Temer confirma que intervenção geral no Rio chegou a ser cogitada

O presidente Michel Temer confirmou nesta sexta-feira, em entrevista à “Rádio Bandeirantes”, que foi cogitada inicialmente uma intervenção geral no Rio de Janeiro, mas ele avaliou ser uma medida “muito radical”.

— A intervenção muitas vezes pode ser geral, ela pode intervir no estado e até afastar o governador. Eu não fiz isso. Cogitou-se num primeiro momento, mas logo afastei a ideia porque seria uma coisa muito radical e eu logo refutei. Refutando, ficamos com a conclusão de que deveríamos intervir na área da segurança pública e no sistema penitenciário e até foi uma coisa acordada (com o Pezão).

Disse que após mandar dois emissários – os ministros Raul Jungmann da Defesa e Moreira Franco, da Secretaria de Governo – ao Rio, o próprio governador Pezão voltou com eles às 21h e pediu ao presidente que fizesse a intervenção no estado. “Estou precisando disso”. E completou.

— Estamos fazendo o que chamo de uma intervenção cooperativa, porque foi acordada com o próprio governador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s